Imagem good vibes mandando umas real sobre os ataques às Ocupações

IMAGEM GOOD VIBES MANDANDO UMAS REAL SOBRE OS ATAQUES ÀS OCUPAÇÕES

Na última semana, intensificaram-se na UFSC as diversas formas de ataques violentos contra as ocupações nos Centros. Seja a tentativa de silenciamento através da retirada dos cartazes, até agressões físicas como a perpetrada pelo pró-reitor de graduação Felício Margotti contra estudantes do CCE ou a turba fascista que atacou a ocupação do CSE. Tais investidas acontecem ao mesmo tempo que na Udesc e no IFSC Palhoça a polícia realiza reintegrações de posse, enquanto os autoritários

UFSC: Assembleia Geral Estudantil

Assembleia estudantil UFSC

Centros Ocupados, PEC 55 pra ser votada no próximo dia 29 em Brasília, mais um fim de semestre com perspectivas assustadoras pra assistência estudantil no ano que vem. Mas o que isso tudo tem a ver com a gente? O comando unificado das ocupações bota fé que tem muito a ver. E por isso que, com base no que foi deliberado na última Assembleia Estudantil, convoca essa nova assembleia. O fim do ano ta aí,

Florianópolis: Palestra Capitalismo Financeiro e Revolução Informacional

Palestra - Capitalismo Financeiro e Revolução Informacional

Num mundo com relações cada vez mais complexas e com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, quais os mecanismos que as elites usam para gerir econômica e politicamente a sociedade? Qual a relação entre as novas tecnologias das finanças digitalizadas e a atual configuração de poder no mundo? Essa e outras questões serão abordadas hoje, na palestra do pesquisador Edemilson Paraná, que estará lançando seu livro “Finanças digitalizadas: capitalismo financeiro e revolução informacional”. Vai ser

Por que usamos a expressão “Mátria Livre”?

MÁTRIA LIVRE

Você já deve ter visto por aí a nossa camiseta com a estampa “Mátria Livre”. Acontece que muita gente não entendeu o que ela quer dizer. É uma referência à saudação brigadista “pátria livre”, que usamos há um bom tempo e ilustra o nacionalismo revolucionário das BPs. Como brigadistas, adotamos o termo “mátria” porque acreditamos que a libertação do nosso país só vai acontecer junto à luta das mulheres, mas seu uso não é algo

Feminismo e punitivismo: Por que o racha macho virou normal entre as feministas universitárias?

Feminismo e punitivismo: Por que o racha macho virou normal entre as feministas universitárias?

Reflexão da brigadista e estudante de jornalismo Eduarda Pereira sobre o punitivismo no movimento feminista, publicado originalmente no Medium. Um texto escrito porque não aguento mais ouvir que to “passando pano” pra homem Há algum tempo, ouvi uma companheira falando sobre como lidar com questões de machismo. Ela dizia que existem duas formas: “a pedagogia do amor e a da porrada”. São abordagens diferentes, mas que insistem na pedagogia. Ou seja, o combate ao machismo — nos olhos