A Companhia de Carris Urbanos teve seu fim em 1932, quando, num movimento de protesto ao aumento das passagens, estudantes de Florianópolis jogaram os bondes no mar, na Praça XV de Novembro.

Não é novidade que a elite de Floripa explora o povo e lucra em cima do direito à cidade – e não é de hoje que o povo resiste! De 1932 aos dias de hoje, passando por tantos anos com grandes mobilizações como 2004, 05, 10 e 13, nas ruas se batalha contra a truculência da tarifa e as máfias de empresários e prefeitura. HOJE! Ato contra o aumento da tarifa, essa luta segue. Todas e todos à rua!

 
 Imagem do livro “História de Florianópolis Ilustrada”, de Carlos Humberto P. Corrêa, página 189.
A revolta do povo no transporte tem história
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *