Informe Ocupação Povo Sem Medo da FiCAP/Pavuna

Informe Ocupação Povo Sem Medo da FiCAP/Pavuna

Obtivemos uma pequena vitória jurídica hoje (30). Acreditamos ter sido fruto da militância impecável das Guerreiras Advogadas da Renap. Toda nossa gratidão e respeito as companheiras. Acreditamos que o apoio dos parlamentares e ofícios foi uma movimentação fundamental. Obrigado. Adiamos, por hora, nossa caminhada até a vara da Pavuna, pois a juíza mandou a Empresa provar a posse do terreno antes da ocupação e algumas outras coisas do processo. O povo sem medo segue ocupando

Crianças e adolescentes contam a história da ocupação Macuco/Timóteo

Crianças e adolescentes contam a história da ocupação Macuco/Timóteo

Via Brigadas Populares – Minas Gerais Este sábado dia 28 de outubro, foi realizado mais um encontro com as crianças e adolescentes da ocupação Macuco em Timóteo. Estudantes do curso de psicologia da faculdade Pitágoras em parceria com as Brigadas Populares, estão executando um projeto de intervenção junto aos moradores. O objetivo é construir a história de luta por moradia e resistência da ocupação a partir do olhar das crianças e adolescentes que ali habitam.

Por que ocupamos? Ocupação Povo Sem Medo – RJ

Por que ocupamos? Ocupação Povo Sem Medo – RJ

Na semana do feriado de 12 de outubro, dezenas de famílias ocuparam de forma pacífica um terreno abandonado no bairro da Pavuna, Zona Norte do Rio de Janeiro. São centenas de pessoas em situação de vulnerabilidade social, sem condições de pagar aluguel em uma cidade cara como o Rio. Muitas vivem de favor em quartinhos na casa de parentes. Famílias com vários filhos e crianças pequenas que apenas podem sonhar com a casa própria. Pela

Nasce a Ocupação Povo Sem Medo – RJ

Nasce a Ocupação Povo Sem Medo – RJ

Na manhã de 9 de Outubro, dezenas de famílias, caminhantes da corda bamba entre a miséria e a Cruz do aluguel, tomaram a decisão que talvez seja a mais importante de suas vidas: ocupar um galpão abandonado para destinar-lhe à finalidade de moradia na Pavuna, Zona Norte do Rio de Janeiro.  O Direito à Moradia é salvaguardado pela Constituição brasileira, mas muitas vezes negados para o povo trabalhador. Diante da omissão do Estado em garantir

“Estamos aqui lutando contra o preconceito de classes”, relata Robson Knofel, morador da Vila Arthur de Sá em BH, na ALMG

“Estamos aqui lutando contra o preconceito de classes”, relata Robson Knofel, morador da Vila Arthur de Sá em BH, na ALMG

Boa tarde, a todos os presentes neste recinto; e também a todos os que seguem os canais de comunicação desta casa Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Queremos nos apresentar: somos a Comunidade Vila Arthur de Sá; instalada na Regional Nordeste, no bairro União em Belo Horizonte. Ali neste espaço habitamos e coabitamos por mais de 30 anos; localidade onde vivemos e nos movimentamos como em outras partes desta cidade. E, estamos ali, bem antes de